Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN PB 20/07/22 às 12:15 Atualização 21/07/22 às 12:17
Compartilhe

Com apoio do Sebrae, Sudene lança Projeto de Desenvolvimento Federativo na Paraíba 

Por Divulgação
ASN PB 20/07/22 às 12:15 Atualização 21/07/22 às 12:17
Compartilhe

Contribuir para impulsionar ações de desenvolvimento e para a melhoria da gestão pública em municípios que apresentam maiores fragilidades em seus indicadores sociais e econômicos. Essa é a proposta do Projeto de Desenvolvimento Federativo, elaborado pela Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), que foi lançado nesta quarta-feira (20) na Paraíba. A iniciativa, que conta o apoio do Sebrae, vai beneficiar seis municípios do estado.

Realizado em Campina Grande, o evento de lançamento do projeto para os municípios contemplados na Paraíba ocorreu na agência regional do Sebrae na cidade. Além de Campina Grande, que vai atuar como um polo das ações a serem desenvolvidas no estado, participarão do Projeto de Desenvolvimento Federativo na Paraíba os municípios de Parari, Santo André, Cubati, Juazeirinho e Olivedos.

De acordo com o superintendente da Sudene, general Araújo Lima, que também integra o Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae/PB, o projeto vai conectar as prefeituras que mais necessitam de apoio para ações de desenvolvimento econômico e social aos órgãos e instituições que podem contribuir com a elaboração e a implantação dessas iniciativas.

“De um lado, nós temos as prefeituras que mais necessitam do nosso apoio institucional. Do outro lado, os órgãos que foram criados para apoiar essas prefeituras. O que nós fizemos foi o papel institucional da Sudene de reunir em um único projeto os prefeitos que precisam de apoio e os órgãos que têm a disponibilidade desses recursos, que não são apenas financeiros, mas também de capacitação e de uma série de outros apoios aqui apresentados”, explicou o superintendente.

Por sua vez, o diretor técnico do Sebrae/PB, Luiz Alberto Amorim, enfatizou a importância da união de esforços, das prefeituras e das instituições parceiras, para que os objetivos e metas do Projeto de Desenvolvimento Federativo sejam alcançados de forma exitosa nos seis municípios participantes na Paraíba.

“É no município onde as pessoas moram, é lá que as coisas acontecem no dia a dia. Então, é nos municípios que nós devemos estar, reunindo todo os conhecimentos e recursos necessários para que possa ocorrer uma transformação concreta. É com esse olhar que o Sebrae se soma a esse processo, ajudando a construir novas realidades”, pontuou o diretor.

Também participaram do evento desta quarta-feira o conselheiro do Sebrae/PB, Alexandre Moura, representantes dos ministérios do Desenvolvimento Regional; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; das Comunicações; da Secretaria de Assuntos Federativos; Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal; Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial; DNOCS; Embrapa; e AgroNordeste.

Sobre o programa – Beneficiando 66 municípios, de 11 estado brasileiros, o Projeto de Desenvolvimento Federativo é uma estratégia da Sudene para promover a interiorização do desenvolvimento regional, contribuindo para a melhoria da gestão pública municipal nas dimensões de finanças, gestão e planejamento. Após o lançamento geral do programa, realizado em Recife no mês de junho, a Paraíba foi a primeira participante a receber um encontro estadual, de modo a conectar as prefeituras e instituições participantes.

Segundo a superintendência, as cidades incluídas no projeto foram selecionadas pela Sudene a partir dos seus indicadores nas áreas de finanças, gestão e desempenho, que balizaram a construção do ranking IGM/CFA (Índice de Governança Municipal). Através de diferentes linhas de atuação, esses municípios receberão ações e investimentos que melhorem e fortaleçam seus indicadores e as suas atividades produtivas locais.

Sebrae 50+50 – Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema “Criar o futuro é fazer história”. Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

 

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas